Compartilhe o
nosso conteúdo
Dê a sua opinião

Alta

Serviços do turismo e eventos faturam 5% mais em 2017

22 de Janeiro de 2018 Observatório do Turismo e Eventos
O setor de serviços relacionados ao turismo e aos eventos faturou R$ 129,659 milhões em Maringá, em 2017, um aumento de 5% em relação aos R$ 123,574 milhões que foram faturados em 2016. O levantamento é do Observatório do Turismo e Eventos, núcleo de pesquisas do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau.

A pesquisa mostra que nos períodos com melhor faturamento, grandes eventos foram sediados na cidade. Em novembro, mês com melhor desempenho e quando R$ 12,360 milhões foram destinados para a contratação de serviços ligados ao trade turístico, a cidade recebeu o Processo de Avaliação Seriada (PAS), da Universidade Estadual de Maringá (UEM), com 8.225 candidatos de fora do município.

O segundo colocado no ranking dos meses que mais faturaram em 2017 foi maio (R$ 11,836 milhões). Neste mês, destaque para a realização da 45ª edição da Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá (Expoingá) e para eventos técnicos e acadêmicos, como a 5ª Reunião de Ciência do Solo e 2º Simpósio de Solos Arenoso e o 11º XI Congresso Jurídico (Conjuri).

Em março, que registrou faturamento de R$ 11,836 milhões, eventos que atraem público de fora fizeram novamente a diferença. É o caso da Calouro Folia e também de competições esportivas de diversas modalidades, como vôlei, basquete, triathlon, handebol e beach tennis e que escolheram Maringá como sede.

Na lista dos meses com faturamento mais expressivo aparecem ainda julho (R$ 11,703 milhões) e dezembro (R$ 11,106 milhões), quando, respectivamente, aconteceram os vestibulares de inverno (com 7.419 concorrentes de fora) e de verão (com 5.258 candidatos de outras cidades) da UEM.

A pesquisa foi realizada com base no Imposto Sobre Serviço (ISS) de quase 50 segmentos econômicos do trade turístico, como rede hoteleira, agências de viagem e buffets. O ISS é um imposto municipal cobrado sobre o valor de serviços prestados, em qualquer atividade econômica, com alíquotas que variam de 2% a 5%. No entanto, em todos os segmentos relacionados ao turismo e eventos, o tributo é 3% do faturamento.

Apenas com o ISS do setor turístico, a Prefeitura arrecadou R$ 3,889 milhões em 2017, contra 3,704 em 2016.

Sobre nós

O Observatório do Turismo e Eventos reúne informações para identificar os potenciais e as carências do turismo e eventos da cidade. Os dados são disponibilizados para que especialistas, poder público e privado e a sociedade civil organizada sejam auxiliados nas tomadas de decisão que envolvam o setor.

São monitorados, além do ISS Turístico, a tarifa média cobrada pelos hotéis; a taxa média de ocupação dos hotéis; o mercado de trabalho ligado ao turismo; a malha rodoviária; a movimentação do Aeroporto Regional Silvio Name Júnior e a movimentação terrestre pela Viapar.

O projeto é patrocinado pela Viapar e tem, ainda, apoio do Sindicato dos Lojistas do Comércio Varejista de Maringá e Região (Sivamar), Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), Cooper Card e Sebrae.

Todos os dados estão disponibilizados gratuitamente no site www.maringacvb.com.br/observatorioturismomaringa.

Faturamento por mês em 2017

Janeiro: R$ 9,523 milhões

Fevereiro: R$ 8,763 milhões

Março: R$ 11,800 milhões

Abril: R$ 10,093 milhões

Maio: R$ 11,836 milhões

Junho: R$ 10,840 milhões

Julho: R$ 11,703 milhões

Agosto: R$ 10,636 milhões

Setembro: R$ 10,196 milhões

Outubro: R$ 10,803 milhões

Novembro: R$ 12,360 milhões

Dezembro: R$ 11,106 milhões

TOTAL: R$ 129,659

Faturamento por mês em 2016:

Janeiro: R$ 8,740 milhões

Fevereiro: R$ 10,820 milhões

Março: R$ 9,076 milhões

Abril: R$ 8,666 milhões

Maio: R$ 10,120 milhões

Junho: R$ 9,833 milhões

Julho: R$ 12,873 milhões

Agosto: R$ 10,520 milhões

Setembro: R$ 10,040 milhões

Outubro: R$ 10,520 milhões

Novembro: R$ 11,140 milhões

Dezembro: R$ 11,226 milhões

TOTAL: R$ 123,574

Notícias relacionadas

Passageiros

Movimento cresce no aeroporto e diminui na rodoviária

Enquanto em 2018 o movimento de passageiros cresce no Aeroporto Regional de Maringá Silvio Name Júnior em comparação com o ano passado, na Rodoviária Dr. Jamil Josepetti cai a quantidade de pessoas que embarcam e desembarcam no terminal. É que o aponta levantamento do Observatório do Turismo e Eventos, núcleo de pesquisas do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau. Em janeiro e fevereiro deste ano, o aeroporto registou 103.429 embarques e desembarques, um aumento de 6,36% em relação aos 97.238 passageiros que fizeram uso do terminal no mesmo período de 2017. Já na rodoviária, houve queda de 2,88%, passando de 236.916 embarcados e desembarcados nos dois primeiros meses do ano passado para 230.074 em 2018 – redução de 6.842 passageiros. Ainda de acordo com o levantamento feito pelo Observatório do Turismo e Eventos, o número de chegadas e saídas de ônibus na rodoviária acompanhou a queda no movimento de passageiros, caindo de 12.315 em janeiro e fevereiro de 2017 para 11.960 nos dois meses iniciais de 2018 – retração de 2,88%. Em igual período, o aeroporto teve acréscimo de 1% na quantidade de pousos e decolagens, ao ir de 1.213 no ano passado para 1.226 este ano. Sobre o Observatório O Observatório do Turismo e Eventos reúne informações para identificar os potenciais e as carências do turismo e eventos da cidade. Os dados são disponibilizados para que especialistas, poder público e privado e a sociedade civil organizada sejam auxiliados nas tomadas de decisão que envolvam o setor. São monitorados a tarifa média cobrada pelos hotéis; a taxa média de ocupação dos hotéis; o Imposto Sobre Serviços (ISS) arrecadado na área de turismo; o mercado de trabalho ligado ao turismo; a malha rodoviária; a movimentação do Aeroporto Regional Silvio Name Júnior e a movimentação terrestre pela Viapar. O projeto é patrocinado pela Viapar e tem, ainda, apoio do Sindicato dos Lojistas do Comércio Varejista de Maringá e Região (Sivamar), Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), Cooper Card e Sebrae. Todos os dados estão disponibilizados gratuitamente no site www.maringacvb.com.br/observatorioturismomaringa.

seta-top